fbpx
Conteúdo exclusivo sobre mercado imobiliário

FINANÇAS

Conheça 6 dicas para conseguir economizar em casa

15/06/2020

Conheça 6 dicas para conseguir economizar em casa

Saber como economizar em casa é uma preocupação frequente na rotina de muitas pessoas que não querem perder o controle sobre os próprios gastos e, com isso, acabar comprometendo o orçamento mensal. Porém, no período atual em que a pandemia de COVID-19 mudou não só os cuidados que temos com a saúde e nossa forma de se relacionar com o próximo, como também o mercado de trabalho e o cenário econômico, isso se tornou ainda mais importante.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas simples e eficientes que vão te ajudar a colocar ordem nas suas despesas. Quer descobrir quais são elas? Então acompanhe!

1. Registre todas as suas despesas

Para começar, tenha em mente o quão importante é você registrar as suas despesas em um aplicativo de celular (como Wisecash, Minhas Economias, Guiabolso ou Mobills). Para quem não está habituado, isso pode soar como algo excessivo ou bastante controlador. Mas acredite: vai ajudar bastante as suas finanças!

Isso porque essas anotações vão mostrar com o que você mais gasta na sua rotina, quais as suas principais contas mensais e a quantidade de serviços que consome ou assina e, em muitos casos, quase não usa ou sequer se lembra.

A partir daí, você tem como fazer um comparativo entre um mês e outro para identificar quais despesas realmente são necessárias, quais podem ser cortadas e aquelas que devem ser substituídas por alternativas com melhor custo-benefício. Com isso, economizar deixa de ser uma tarefa difícil e se torna algo automático.

2. Estabeleça um dia para pagar as contas

Já que falamos há pouco sobre contas, aproveite para não só registrá-las, como também estabelecer um dia específico para pagá-las. Todas de uma vez. Isso ajuda você a organizar e planejar melhor o seu orçamento de acordo com a data em que recebe o seu salário. Para completar, evita que você esqueça de pagar alguma fatura ou atrase algum boleto, o que vai gerar gastos extras com multas e juros — alguns, inclusive, são diários.

3. Fale de dinheiro em família

A terceira dica, por sua vez, é não tratar o assunto finanças como um tabu. Ao contrário, fale sobre dinheiro com toda a sua família sem receio! Afinal de contas, é importante lembrar que todos os moradores de um lar são responsáveis pelas despesas do local e influenciam nos valores delas.

Logo, não adianta o peso dessa tarefa recair apenas sobre o seu ombro, não é mesmo? Todos devem se reunir e discutir medidas a respeito de como economizar em casa. Dessa forma, é possível engajar todo mundo nessa missão e encontrar boas soluções para ter um consumo mais consciente e despesas mais enxutas.

4. Use o cartão de crédito corretamente

Fora o que já foi dito, aprenda a usar o cartão de crédito corretamente! Não caia no erro de tratar o limite dele como se fosse um dinheiro extra disponível para ser gasto, a torto e a direita, como diz o ditado. Lembre-se que, na verdade, esse valor será mais uma conta no fim do mês a ser debitada do seu salário. Portanto, quanto menor for o valor dela, melhor será.

Uma boa sugestão é usá-lo apenas em casos de necessidade e não ultrapassar 30% do limite disponível. Por exemplo, se você tem ao seu dispor R$ 1.500,00 no cartão, adote o teto de R$ 450,00 como o máximo que você deve gastar.

Além disso, evite cadastrá-lo em serviços de streaming, aplicativos de delivery e transporte particular e plataformas de jogos. Para usá-los uma vez, o valor pode ser pequeno e parecer insignificante. O problema é que quando você se torna assinante ou faz compras/corridas constantes — principalmente motivado por impulso — você perde a noção do quanto já gastou. Daí quando chega a fatura é tarde demais para arrependimento.

5. Fique atento ao desperdício do dia a dia

Uma quinta dica sobre como economizar em casa é estar atento ao desperdício do dia a dia. Isso porque muitas pessoas não percebem, mas a verdade é que elas cultivam hábitos pouco produtivos que acabam pesando no bolso. Por exemplo:

  • usar a máquina de lavar com apenas uma peça de roupa dentro dela;
  • tomar banhos muito demorados;
  • comprar alimentos sem observar o intervalo de tempo que têm para consumi-los antes da data de vencimento;
  • usar o carro para ir a lugares próximos de casa;
  • pedir diariamente delivery, em vez de reservar alguns minutos para cozinhar para si mesmo;
  • regar plantas com mangueiras em vez de usarem regadores próprios para isso;
  • deixar diversas lâmpadas acesas na residência mesmo que esteja usando apenas um cômodo e, inclusive, ainda seja de manhã ou de tarde.

Tudo isso aumenta as suas despesas diárias com energia, consumo de água, compras em supermercados, gastos com refeições fora de casa, combustível e por aí vai. Portanto, vale a pena fazer um exercício de autoavaliação e identificar quais desses costumes você reproduz na sua rotina. Afinal, sempre é possível rever velhas posturas, evoluir para melhor e, de quebra, ainda contribuir para a preservação do meio ambiente.

6. Crie prazos para seus objetivos

Por fim, não deixe de criar prazos para os seus objetivos, como conquistar o seu próprio apartamento, celebrar o seu casamento em grande estilo, se preparar para ter o primeiro filho ou garantir a estabilidade das finanças do casal.

Adotar esse tipo de educação financeira pensando no amanhã e nas suas metas de vida ajuda você a organizar as suas despesas, a reduzir seus gastos diários, a usar com sabedoria as suas linhas de crédito e a impulsionar uma mudança de hábitos não só para si mesmo, mas também para toda a sua família.

Viu só como economizar em casa de modo simples e eficiente é mais fácil do que parece? Portanto, agora é o momento de você adotar essas sugestões e alcançar um orçamento mais equilibrado, consciente sobre os próprios gastos e o principal: apto a adaptar a diferentes contextos econômicos.

Curtiu o post? Já que falamos sobre economizar, veja como morar perto do trabalho pode ser de grande ajuda nessa missão e ainda melhorar a sua qualidade de vida!