fbpx
Conteúdo exclusivo sobre mercado imobiliário

ESTILO DE VIDA

Finanças do casal: 8 passos para se organizar após a união

15/08/2017

Finanças do casal: 8 passos para se organizar após a união

Não há dúvidas de que o casamento é um passo importante que representa uma mudança muito grande na vida e na rotina das pessoas. Claro que morar com quem você ama é uma conquista importante e tem grandes chances de proporcionar bons momentos. Mas também é preciso estar preparado para algumas rotinas da vida a dois. E um desses momentos é a hora de tratar das finanças do casal.

Administrar uma casa exige muita organização, controle e paciência. E quando é necessário realizar essa administração em parceria, esses cuidados devem ser redobrados.

É preciso ficar atento para que o diálogo esteja sempre presente e a organização seja feita de modo igualitário. Dessa forma, a questão financeira não afeta a vida amorosa do casal.

E a pergunta é: como isso é possível? Se você está se preparando para um casamento, confira as dicas deste post. Elas serão essenciais para vocês!

Planilha anual de orçamento pessoalPowered by Rock Convert

1. Não acumule as dívidas da festa de casamento

Para começar a vida a dois com tranquilidade, a primeira dica é: não leve dívidas antigas para a nova casa. Neste caso, é bom refletir um pouco sobre os gastos com a festa, cerimônia, viagem de lua de mel — itens que encarecem cada vez mais, ano após ano.

Fazer uma festa é o sonho de muitos casais — e pode ser bastante viável se você conseguir se organizar. Porém, para que a festa não se transforme em um pesadelo a longo prazo, cuide para que ela esteja quitada o quanto antes.

Pode ser necessário parcelar um ou outro item, mas não deixe que essas parcelas se incorporem à renda do casal, pois isso pode fazer muita diferença nas finanças a partir do primeiro dia da vida de casados.

2. Faça uma planilha financeira

Para se organizar financeiramente, você vai precisar de uma planilha com todas as despesas e receitas da casa. Nada pode ficar de fora. A ideia principal é entender se os custos da casa podem ser absorvidos pela renda total do casal.

Caso contrário, dois caminhos deverão ser adotados: corte de despesas ou a obtenção de renda extra de alguma forma.

A planilha deve ser atualizada mensalmente — e controlada de forma constante — para que vocês dois possam acompanhar a evolução dos gastos, realizando ajustes e tomando providências antes de uma eventual dívida.

3. Estude a melhor maneira de dividir as contas

A divisão das contas sempre gera polêmica e, portanto, é preciso tratar deste assunto prioritariamente. O objetivo é que ninguém fique mais apertado do que o necessário.

Um dos caminhos possíveis é realizar a divisão igualitária dos pagamento das contas, levando em consideração a renda de cada um. Não é incomum a diferença de salários entre o casal e, por isso, cada um deve ficar com um percentual de acordo com a suas possibilidades. Assim, ninguém precisa se sacrificar mais do que o necessário.

Outra possibilidade é a abertura de uma conta-corrente conjunta, na qual todas as receitas serão depositadas para que as contas sejam quitadas. Essa metodologia exige mais maturidade, pois todos os gastos ficarão disponíveis para os dois.

4. Construa um patrimônio

A organização financeira tem como um dos objetivos a possibilidade de construir um patrimônio. Afinal de contas, pensar no futuro é fundamental para quem está iniciando na vida a dois — e, provavelmente, pensa em formar uma família maior.

Portanto, a compra de um imóvel deve fazer parte dos objetivos da sua organização financeira. Pesquise preços e formas de pagamento que estejam de acordo com as possibilidades do casal e comece a procurar o seu imóvel agora mesmo!

5. Converse com o(a) parceiro(a)

O diálogo é imprescindível para um bom relacionamento — principalmente na parte financeira! Lembre-se de que, depois de casar, você vai dividir a sua vida com outra pessoa. Portanto, não faz sentido esconder aspectos das suas finanças.

Não que a falta de diálogo seja sempre intencional. Muitos casais deixam de conversar sobre as finanças por pura preguiça do assunto — e, às vezes, pode ser chato mesmo. Mas é importante estabelecer essa via de contato.

A própria planilha financeira é um bom pretexto para manter o diálogo constante sobre o tema, incluindo até pequenas compras do dia a dia que podem cair no esquecimento.

6. Trace metas financeiras

Metas são um caminho necessário para se conseguir objetivos de curto, médio e longo prazo. Por meio delas, você vai poder elaborar um bom planejamento, com vistas a realizações futuras.

Um dos objetivos da vida de todo o casal deve ser o de obter conquistas juntos — e isso, claro, passa pela organização financeira. As metas podem variar de acordo com o que vocês planejam conquistar: fazer uma viagem, comprar um carro novo, ter filhos e comprar um apartamento são algumas das realizações mais desejadas.

Tudo isso tem um custo e você precisa saber o quanto vai precisar economizar para alcançar esses objetivos no prazo desejado.

7. Mantenha uma reserva de segurança

Entre os objetivos do seu orçamento, não se esqueça de deixar sempre uma reserva de segurança. Imprevistos podem acontecer a qualquer momento — e é preciso que o casal esteja preparado para lidar com eles.

O ideal é que, pelo menos, 10% da renda da casa seja destinada ao fundo emergencial todos os meses.

8. Equilibre os comportamentos

Muitas vezes, os membros do casal conservam hábitos de consumo bem diferentes. Sem um controle adequado, isso pode ser um problema. O fato de um economizar enquanto o outro gasta em excesso pode gerar brigas e desentendimentos que afetam o relacionamento.

O ideal é buscar um equilíbrio entre as necessidades de cada um e do casal, verificando os perfis e como cada um pode colaborar mais para a economia da casa.

Viu como não é tão difícil planejar as finanças do casal? Basta um pouco de organização e diálogo e vocês terão a oportunidade de realizar todos os sonhos idealizados antes do casamento.

Se gostou deste conteúdo, siga nosso perfil nas redes sociais e tenha acesso a outras dicas para uma vida completa e realizada! Estamos no Facebook e no Youtube.