fbpx
Finanças pessoais

Finanças pessoais: aprenda a gerir o seu dinheiro da forma certa!

Planilha de compras de supermercadoPowered by Rock Convert

Cuidar das finanças pessoais é muito importante, tanto para sobrar um dinheiro no final do mês quanto para ter uma reserva em caso de emergência ou até atingir um objetivo.

Os objetivos pessoais também ressaltam a importância do cuidado com o próprio dinheiro, pois caso isso não aconteça, fica difícil tirar um projeto do papel, como contratar empresas de design de interiores.

Neste artigo, vamos falar sobre a importância de ter uma saúde financeira equilibrada e dar dicas em um passo que ajudará a organizar bem as finanças.

A importância da saúde financeira em dia

Finanças pessoais

Uma pessoa com uma vida financeira saudável e sustentável tem total domínio do dinheiro que passa pelas mãos dela, sabendo muito bem o que ganhou e o que gastou.

O dinheiro acompanha as pessoas durante toda a sua vida, desde o dia em que nascem até o dia em que morrem, por isso, é imprescindível saber lidar com ele para que todos os projetos da vida, dos menores aos maiores deem certo.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre como fazer isso, mas a primeira dica é guardar parte do dinheiro para os objetivos, como armários planejados para quarto

Um imóvel com armários planejados é mais valorizado, e com um pouco de organização financeira é possível atingir todos esses objetivos.

Passo a passo para se organizar financeiramente

Finanças pessoais

De modo geral, as pessoas possuem três tipos diferentes de perfis quando o assunto é dinheiro. 

Algumas são poupadoras ou investidoras, outras são equilibradas financeiramente e outras estão endividadas.

Para atingir um patamar cada vez mais alto em educação financeira, é importante seguir os seguintes passos:

  • Controlar os gastos;
  • Identificar contas parceladas e prioridades;
  • Pensar nos investimentos;
  • Ter uma reserva de emergência;
  • Estabelecer objetivos;
  • Ter um orçamento realista.

Ter um controle dos gastos é fundamental para dar o primeiro passo para uma boa organização financeira. 

É muito comum que, para fazer isso, as pessoas usem planilhas, mas existem excelente aplicativos que fazem o mesmo.

Alguns deles registram tudo o que entra e sai da conta bancária, e não precisa nem de internet para fazer isso. Todas as informações inseridas são salvas em nuvem, assim que a pessoa se conectar à internet novamente.

É muito importante identificar as contas a prazo que estão para acabar e elas nunca devem comprometer mais do que 20% do orçamento. Quando isso acontece, o ideal é procurar os credores desses parcelamentos para estudar as possibilidades de quitação.

O tesouro direto é um título emitido pelo Governo Federal e uma excelente opção de investimento. 

Ele funciona como um empréstimo, então, a pessoa faz seu investimento e recebe seu dinheiro de volta, na data de vencimento, acrescido de juros.

Além do investimento, é importante contar com um dinheiro reserva para as situações emergenciais que podem surgir a qualquer momento. Um exemplo disso é a necessidade de conserto de aquecedor a gás.

Para criar uma boa reserva de imprevistos, esta deve ter o valor de 6 salários líquidos de quem está guardando. 

Para chegar a esse valor, é necessário reservar um pouco por mês e aplicar em um investimento como o citado acima, para render.

Lidar com o dinheiro de maneira racional pode ser muito difícil para algumas pessoas, por isso, para motivar, é importante fazer uma lista de objetivos. 

Essa lista ajuda a pessoa a se lembrar de coisas que deseja fazer, como instalação de ar condicionado.

E tudo isso só vai funcionar se houver um orçamento realista para quem está organizando sua vida financeira. Para conseguir isso, pode ser usado o método 50/30/20.

Esse método constitui no uso de 50% do dinheiro para gastos essenciais, como aluguel, alimentação, entre outros; 30% para momentos de lazer e 20% para investimentos e outras contas.

O mesmo método pode ser dividido de outras maneiras, como 40/30/30 ou conforme a necessidade de cada um.

O fato é que uma boa organização financeira torna a vida muito mais simples e ajuda a estar preparado para qualquer situação. 

O dinheiro nunca deve controlar a vida de alguém, o certo é que as pessoas controlem o dinheiro.

Por meio de dicas simples é possível organizar as finanças e ter mais equilíbrio das contas e investimentos. 

O dinheiro faz e sempre fará parte da vida das pessoas, se essa jornada de uma vida toda será boa ou ruim, a escolha é de cada um. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.