fbpx

[INFOGRÁFICO] 8 dicas para uma boa harmonização de vinhos

 

Se você organizou um jantar e não sabe como fazer uma boa harmonização de vinhos, não se desespere! Vamos passar 8 dicas para você combinar perfeitamente os sabores e valorizar o que há de melhor em cada taça. Acompanhe!

  1. O vinho tinto encorpado sempre pede sabores fortes, como carnes vermelhas, embutidos e queijos temperados.

  2. Já os tintos de corpo médio — como o Merlot e o Carménère — vão bem com aves, massas e vegetais assados.

  3. Os tintos leves, por sua vez, encontram seu par perfeito ao serem servidos com massas de frutos do mar e aves.

  4. Para não errar ao harmonizar o vinho rosé, aposte sempre em aperitivos, saladas, carne de porco, frutas, peixes e sobremesas.

  5. O vinho branco combina muito bem com peixes e frutos do mar, além de massas servidas ao molho com base amanteigada.

  6. Vinhos doces, como o Porto, são ideais com sobremesas, frutas secas, bolos, sorvetes e queijos azuis.

  7. Por fim, os espumantes se dão bem com sobremesas, aperitivos, queijos de massa branca e aves assadas.

  8. Sempre fique atento às taças. Cada vinho pede uma forma de servir:

  • taça bordeaux: vinhos de médio corpo a encorpados;

  • taça borgonha: tintos leves, brancos encorpados e rosés;

  • taça para tinto: tintos safrados, picantes e rosés;

  • taça para sobremesa: vinhos doces e fortificados;

  • taça para branco: brancos, rosés e espumantes;

  • taça para espumante: exclusiva para as borbulhas.

Já se sente mais seguro para fazer uma boa harmonização de vinhos? Compartilhe este infográfico em suas redes sociais e chame os amigos para brindar a vida!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.