fbpx
Conteúdo exclusivo sobre mercado imobiliário

DICAS

Jardim vertical: como funciona, vantagens e cuidados

27/06/2020

Jardim vertical: como funciona, vantagens e cuidados

O jardim vertical é uma tendência da decoração de interiores, pois vem com a promessa de quebrar a sobriedade dos grandes centros urbanos, promovendo um ambiente mais agradável, aconchegante e próximo à natureza.

Também conhecido como “parede verde”, o jardim vertical é uma técnica que integra a natureza em edificações, sendo possível empregá-lo tanto em áreas externas quanto internas. 

Desse modo, é possível ter uma decoração inovadora, em uma mistura de plantas, flores e cores.

Aliás, qualquer superfície pode receber uma estrutura para jardim vertical, incluindo os altíssimos edifícios ou pequenas paredes internas em apartamentos. Quando muito grandes, os jardins verticais recebem o nome de “parques verticais”.

No artigo de hoje, saiba mais como funciona, as vantagens e os principais cuidados com o jardim vertical.

Quais as vantagens de um jardim vertical?

Os jardins verticais se popularizaram em 1938, com o botânico francês Patrick Blanc. 

Desde então, a aplicação de plantas na decoração se tornou uma tendência, pois a vegetação é capaz de tornar as construções menos agressivas, além de trazer vários benefícios, como a sensação de frescor.

Além disso, os jardins verticais oferecem muitas outras vantagens, incluindo:

• Melhor isolamento térmico, mantendo a temperatura do ambiente;
• Redução do consumo de eletricidade, pois dispensa equipamentos de refrigeração;
• Redução dos ruídos externos, com absorção dos sons pelas plantas;
• Proteção da fachada contra intempéries e radiação UV;
• Melhora a qualidade do ar, com a fotossíntese das plantas;
• Combate o efeito das ilhas de calor nas grandes cidades.

Importante ressaltar que o jardim vertical também auxilia na drenagem da água da chuva, reduzindo a necessidade de escoamento e dos sistemas de esgoto. Ou seja, mais do que uma opção de decoração, também é uma alternativa sustentável.

Além disso, seja em uma reforma ou como técnica de decoração, os jardins verticais conseguem reaproveitar os espaços de maneira inteligente. Isso porque as áreas anteriormente desvalorizadas do imóvel ganham uma nova estética com as plantas.

Os jardins podem ser montados de acordo com as estruturas que já existem no ambiente, sem exigir mudanças no projeto original. Quer dizer que não é preciso investir em grandes obras, somente para acrescentar uma parede verde.

Inclusive, algumas técnicas de montagem utilizam materiais recicláveis, como garrafas pet. Dessa forma, é possível acrescentar ao local uma vegetação exuberante, contribuindo para melhorar o aspecto estético e a valorização do imóvel.

Saiba como instalar os jardins verticais na sua casa

Os jardins verticais podem ser instalados na sala de estar, varandas, ou mesmo nas cozinhas de pequenos apartamentos, com a aplicação de vasos de plantas em alguma parede de casa.

Existem inúmeras maneiras de instalar um jardim vertical, desde opções mais elaboradas, que precisam da ajuda de profissionais especializados, até soluções mais práticas e simples, que podem ser feitas pelos próprios moradores.

Abaixo, confira o passo a passo para instalar um jardim vertical na sua casa.

Tenha em mãos os materiais necessários

Em primeiro lugar, é preciso comprar os itens necessários para construir o jardim vertical, como vasos individuais, pequenas jardineiras, uma pá de jardinagem, terra adubada, MDF para os painéis, arames para pendurar as estruturas, etc.

Hoje em dia, é possível adquirir peças para irrigação automática do jardim vertical, minimizando a preocupação aos moradores. Afinal de contas, para manter a folhagem viva, é preciso regar as plantas diariamente, além de substituir os vasos com vegetação seca.

Para as áreas externas, uma opção viável é a instalação do aspersor para jardim escamoteável, muito usado nos jardins verticais, pois ele fica escondido nas plantas e somente aparece no momento de uso. Desse modo, é um componente ideal para quem deseja ter um jardim belo.

No entanto, é preciso ter atenção aos cuidados com as infiltrações, um dos problemas mais recorrentes dos jardins verticais. Por isso, recomenda-se ter uma distância entre as plantas e as paredes.

Escolha a parede ideal

Depois de separar os materiais e o sistema de irrigação, o próximo passo é a montagem do painel. Para isso, é necessário escolher a parede ideal para receber o jardim, como alguma parte da área externa ou dos cômodos internos.

A recomendação é dar preferência por paredes lisas e que estejam em evidência, não se esquecendo de conferir o tamanho do local para a quantidade desejada de vasos.

Quando houver plantas comestíveis, como manjericão, hortelã e alecrim, é interessante identificar os vasos com etiquetas adesivas personalizadas. Assim, os moradores podem usá-las durante a preparação das refeições.

Conclusão

Os jardins verticais são capazes de modificar a decoração de um espaço, promovendo um ambiente agradável, aconchegante e relaxante. 

Fáceis de instalar, os painéis podem ser montados dentro de casa, basta ter os materiais necessários e cuidar das plantas.

Por esse motivo, a parede verde é uma das tendências de decoração, melhorando a estética das casas e edifícios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.