fbpx
outubro rosa

4 coisas que você precisa saber sobre o Outubro Rosa

Você já deve ter visto um laço cor-de-rosa em alguma campanha no mês de outubro. Mas você sabe o que ele significa?

Esse laço é o símbolo do movimento conhecido como Outubro Rosa, que surgiu na década de 1990 e hoje é internacionalmente conhecido pela prevenção e pelo combate ao câncer de mama, unindo a população e as entidades públicas e privadas.

No Brasil, a primeira iniciativa aconteceu em 2002, com a iluminação em rosa do Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo. Aos poucos, o país foi sendo iluminado em rosa de Teresina (PI) a Porto Alegre (RS). Para explicar melhor sobre o tema, neste texto vamos mostrar 4 coisas que você precisa saber sobre o Outubro Rosa!

1. O Outubro Rosa não é apenas para falar sobre câncer de mama

O principal objetivo da campanha é a conscientização, a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, sobre o câncer de colo de útero.

O câncer de colo de útero ocorre devido ao crescimento anormal de células que têm a capacidade de invadir ou de se espalhar para outras partes do corpo.

Geralmente, não se observam sintomas na fase inicial das doenças, por isso a importância da conscientização e da prevenção ao realizar os exames periódicos.

2. Homens também podem sofrer de câncer de mama

O número de casos de câncer de mama é maior entre as mulheres, mas estamos aqui pra te contar que o Outubro Rosa também é sobre os homens!

Aos homens cis, a atenção é voltada ao incomum desenvolvimento da glândula mamária, que pode ocasionar a neoplasia, um tumor decorrente desse aumento incomum do número de células. O tratamento utilizado nesses casos é a mastectomia (retirada da mama).

Para os homens trans, a mastectomia não elimina totalmente o risco de ter câncer de mama, isso porque o carcinoma (tumor) pode se desenvolver na região mamária residual próxima à axila.

Por isso, priorize o seu bem-estar e, caso note alguma alteração nas mamas, procure o seu médico!

3. Você pode prevenir muitos problemas com o autocuidado

Aproveitando a proposta de conscientização do Outubro Rosa, identificamos algumas atividades simples para você adicionar na sua rotina:

  • respeite os momentos de descanso: uma boa noite de sono é essencial para o restabelecimento e o bom funcionamento do organismo, assim como para regular o nível de oxigênio no sangue;
  • comece a se exercitar: a atividade física reduz a produção de estrogênio (hormônio feminino ligado ao câncer);
  • tenha uma alimentação equilibrada: adote uma dieta com legumes, verduras e frutas, peixes (rico em ômega 3) e fibras. Grãos como lentilha, feijão e grão-de-bico auxiliam na prevenção de compostos cancerígenos. 

4. O histórico familiar tem muita importância

Para mulheres na faixa dos 20 anos é recomendado o autoexame, já para as mulheres acima de 40 é recomendado o exame médico. Mas, para quem tem casos de câncer de mama na família, o cuidado deve começar ainda antes. Essas pessoas são consideradas pacientes de alto risco, como chamam os médicos. Nesses casos, o acompanhamento médico pode ser realizado a partir dos 10 anos de idade. Se for o seu caso, procure um especialista.

Lembre-se que o mês da conscientização é em outubro, mas você deve estar atento aos sinais do seu próprio corpo durante todos os meses do ano.  

Gostou deste artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais e seja você também protagonista da campanha do Outubro Rosa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.