fbpx
rotina familiar

5 formas de manter a sua rotina familiar em casa!

O isolamento social chegou com tudo e de repente, para todos. As mudanças de hábitos que vieram com ele têm impactado a forma como nos relacionamentos com os outros, especialmente na rotina familiar.

Ter alguns períodos de estresse é mais que natural. Afinal, essa rotina é bem nova para a maioria das pessoas. Contudo, com um pouco de jeitinho, é possível conciliar as preferências, as necessidades e até mesmo as atividades que podem ser feitas, equilibrando as relações.

Quer saber como manter a rotina familiar mais saudável e harmoniosa? Então, você vai gostar das sugestões que listamos neste post. Continue a leitura para saber quais são elas e como colocá-las em prática!

Impactos da rotina familiar para a qualidade de vida

Ter uma boa rotina familiar, com diálogo e compreensão mútua é essencial para um ambiente cada vez mais agradável. A qualidade de vida, gerada por um bom convívio pessoal, interfere diretamente na nossa saúde mental.

Um ambiente mais conturbado tende a nos deixar com um nível de estresse mais elevado e isso pode afetar as outras áreas da nossa vida. Portanto, o ideal é tentar criar um lar o mais harmônico possível.

5 formas de manter a rotina familiar em casa

Agora, consciente de todo bem trazido por uma boa rotina com sua família, do bem comum construído para todos nesse sentido, listaremos algumas ações que podem ser colocadas em prática.

Isso não significa que, necessariamente, a rotina será chata, engessada e entediante, pelo contrário. Com a liberdade, ou ao menos a flexibilidade, na hora de organizarmos nossas tarefas, podemos planejar um dia comum fluxo proveitoso e positivo, que não seja um fardo, mas um guia seguro de tarefas que nos permite cumprir obrigações e descansar.

Nos próximos tópicos, explicamos como cada ação pode ser colocada em prática e de que forma ela pode ajudar. Vamos lá?

1. Marcar períodos em agenda

O primeiro passo a se tomar é criar um quadro ou uma agenda com os horários e as atividades sob a responsabilidade de cada um e isso vale para todos os membros da casa. Quanto mais possível for que todos da casa sigam os mesmos horários, melhor. Isso facilita a rotina das refeições, de ir dormir, fazer tarefas de casa e até da hora de brincar.

Essa marcação, deve inclusive ficar num lugar visível da casa, como um quadro na parede, por exemplo. Isso facilita que as crianças também vejam as tarefas e acompanhem a rotina por si mesmas, além de que o apelo visual do quadro em si já favorece para que não seja necessário que um adulto fique por conta de controlar cada passo do dia a dia.

2. Fazer divisão de tarefas

Com a rotina dividida, cada um pode assumir tarefas diferentes de acordo com sua idade e capacidade. Além de arrumar o próprio quarto e guardar os brinquedos, as crianças podem contribuir também com pequenas outras tarefas de casa que no dia a dia das rotinas anteriores ficava mais difícil fazer. Ajudar a varrer o quintal, regar plantas, colocar o lixo para fora, alimentar os pets, por exemplo, são tarefas simples.

De acordo com a idade, já é possível ir atribuindo tarefas mais complexas ou mais simples e ir inicialmente monitorando, ou mesmo, ensinando para que se torne um hábito e fique bem-feito. Também é importante não deixar o “não sei fazer” ser motivo para tudo, afinal, ninguém nasce sabendo.

3. Dedicar um tempo para atividades em conjunto

Se notar que existe muita dificuldade e resistência no início, tente explicar o quanto isso contribuirá para as atividades de lazer posteriores e como ajudará a casa como um todo. Desenvolver senso de pertencimento não é fácil, mas é extremamente gratificante quando enxergamos como nossas ações impactam o outro positivamente.

Separar, dentro da rotina, algum espaço para o lazer e o convívio familiar é ótimo para as relações. Passar mais tempo em família e buscar opções de atividades é ótimo para desenvolver novos hobbies.

Com tarefas simples como quebra-cabeças, jogos de tabuleiro e outras atividades lúdicas internas, como aprender um instrumento, podem ser ótimos para passar o tempo e estimular o convívio em grupo.

4. Fazer boas ações

Que tal aproveitar para incluir boas ações na rotina familiar? Um final de semana, por exemplo, pode ser aproveitado para revisitar os armários. Além de organizar os guarda-roupas e cômodas, é possível encontrar muita coisa boa e parada — seja porque não serve mais, seja porque não condiz com nosso estilo de vida atual.

Com isso, é possível encontrar muitas peças de roupas e calçados que podem ser reaproveitados por outras pessoas. Além de ajudar a ter o essencial nas suas coisas, é um ótimo exemplo para as crianças, que podem contribuir com brinquedos e outras peças, compreendendo a importância de ajudar o próximo.

Caso queira, vocês também podem se dedicar a outras ações, como é o caso de arrecadar alimentos para montar e distribuir cestas básicas, por exemplo. Vale a pena escolher algo que a família se identifica e investir algum tempo livre com o trabalho voluntário.

5. Separar um tempo para o casal

Não deixar a vida a dois sofrer com a rotina é um desafio enfrentado por todos os casais, tenham eles filhos ou não. O dia a dia corrido de trabalho e horários diferentes acabam fazendo com que ambos se vejam menos e consigam pouco tempo de qualidade juntos.

Ter um horário fixo para colocar as crianças para dormir gera um momento livre a sós, que vocês podem aproveitar juntos. Com isso, conseguem relaxar bem mais sabendo que está tudo bem com a casa, com os filhos e que têm um ao outro no fim do dia. Esse tipo de apoio é primordial.

Isso é especialmente importante em períodos mais complicados. Saber que podem contar um com o outro é algo que, além de ajudar a melhorar a rotina familiar, fortalece o relacionamento.

A rotina familiar é um dos prontos mais importantes na nossa vida. Se ela não vai bem, fica difícil fazer com que o resto seja prazeroso, satisfatório ou bem-sucedido. Por isso, encontrar meios de tornar a convivência mais harmoniosa e torná-la ainda melhor é fundamental.

Gostou deste artigo? Então, aproveite para saber como cultivar bons hábitos e tornar a vida um pouco mais leve!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.