fbpx
Conteúdo exclusivo sobre mercado imobiliário

ESTILO DE VIDA

Saiba como aliar sustentabilidade a sua economia doméstica

27/03/2020

Saiba como aliar sustentabilidade a sua economia doméstica

Você sabia que é possível aliar a sustentabilidade na sua rotina e contribuir com a economia doméstica? Se isso é novidade, você está no lugar certo.

No post de hoje, vamos abordar algumas maneiras de contribuir com a preservação do meio ambiente e com o desenvolvimento sustentável, apenas com pequenas mudanças de hábitos no seu dia a dia.

Quer saber mais? Continue com  leitura!

1 – Aposte em ações de reciclagem e destinação correta do lixo

sustentabilidade e economia doméstica

Um dos maiores problemas do Brasil é a geração de lixo. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), nós somos o quarto país que mais gera resíduos em todo o mundo, perdendo para os Estados Unidos, China e Índia.

Todos os anos, o Brasil produz mais de 11 milhões de toneladas de lixo, sendo que somente 1,28% e reciclável.

Em nossa economia doméstica, podemos fazer muito para melhorar esse cenário, adotando um plano de gerenciamento de resíduos similar ao das indústrias.

Para isso, é preciso:

  • Separar o lixo orgânico do reciclável;
  • Selecionar quais resíduos podem ser reaproveitados;
  • Destinar corretamente o lixo orgânico;
  • Destinar corretamente o lixo reciclável.

Vale dizer que alguns materiais, como plástico, madeira e metais, além de recicláveis, podem ser usados em artigos de decoração DIY (Do It Yourself, ou “faça você mesmo”). Desse modo, você pode personalizar a sua casa.

Fora isso, ao optar pela reciclagem dos resíduos, você não somente está ajudando o meio ambiente, como também colabora para o desenvolvimento da sociedade, já que as cooperativas de reciclagem ajudam na geração de empregos.

2 – Não compre equipamentos novos

sustentabilidade e economia doméstica

Muitas pessoas gostam de comprar aparelhos e equipamentos novos periodicamente, seja por conta da obsolência ou por falhas de funcionamento. 

No entanto, quando se opta pelo conserto desses itens, você economiza dinheiro e ainda contribui com o meio ambiente.

Por exemplo, é possível fazer a assistência técnica do ar condicionado para verificar como estão os componentes do equipamento e, dessa maneira, aumentar a vida útil do aparelho e evitar o descarte irregular.

Isso vale não só para eletrônicos e eletrodomésticos, mas também, outros artigos da casa, como utensílios domésticos.

3 – Tenha uma horta vertical

sustentabilidade e economia doméstica

A horta vertical é uma boa maneira de ter plantas em casa e envolver a biodiversidade no cenário urbano.

Há muitas vantagens em ter uma horta vertical, incluindo a redução das ilhas de calor, pois a inércia térmica da água presente nas plantas, bem como a própria terra, atua na absorção de calor, reduzindo as flutuações de temperatura.

Além disso, as hortas verticais melhoram a qualidade do ar, visto que as plantas fazem fotossíntese e, durante esse processo, ocorre a liberação de oxigênio.

4 – Use bicarbonato de sódio para a limpeza

sustentabilidade e economia doméstica

O bicarbonato de sódio pode ser usado para a limpeza de várias superfícies. Além de ajudar na higienização e propiciar uma limpeza altamente profunda, o bicarbonato de sódio também diminui os gastos com detergentes e outros produtos, fora que o componente não agride a natureza.

5 – Use bucha vegetal

sustentabilidade e economia doméstica

As buchas vegetais têm um preço muito mais acessível do que as buchas convencionais e, além do mais, elas são biodegradáveis.

Engana-se quem pensa que as buchas vegetais somente podem ser usadas para banhos; elas também são ótimas para lavar louças.

Por conta disso, vale a pena verificar a possibilidade de substituir as demais buchas convencionais por vegetais.

6 – Tenha uma composteira em casa

Você pode ter uma composteira em casa para ajudar na diminuição do lixo, especialmente o orgânico. 

Caso você tenha dúvidas, algumas empresas de consultoria ambiental orientam a forma correta de fazer uma composteira, para que você possa aproveitar ao máximo do item.

De maneira geral, a composteira doméstica, também chamada de caseira ou residencial, funciona com o método de compostagem com minhocas, que são totalmente higiênicas. 

Com elas, é possível transformar o lixo em húmus, um poderoso adubo natural.

A composteira doméstica diminui a quantidade de resíduos em aterros e lixões, além de reduzir a emissão de gases contribuintes para o desequilíbrio do efeito estufa.

Isso porque quando os resíduos vão para os aterros, principalmente sem tratamento, a decomposição do lixo gera gás metano (CH4), que é 25 vezes mais nocivo para o efeito estufa do que o gás carbônico (CO2).

Por esse motivo, ao optar pela compostagem, há uma redução na eliminação do gás metano.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.