fbpx
Conteúdo exclusivo sobre mercado imobiliário

BEM-ESTAR

Saiba a importância do tempo em família em momentos de isolamento

16/06/2020

Saiba a importância do tempo em família em momentos de isolamento

O isolamento social provocado pelo novo coronavírus é uma medida preventiva necessária para diminuir o número de contágios pela COVID-19. Ainda não se sabe ao certo quando essa situação acabará ou, tampouco, como será a vida pós-pandemia — o tal do “novo normal”. O que se pode garantir é a importância do tempo em família ao longo desse período. Na prática, é preciso ter uma dose extra de paciência, saber minimizar estresses e procurar formas de relaxar.

Dessa maneira, ficar em casa pode se tornar uma experiência positiva, basta saber como aproveitá-la. Para descobrir, continue a leitura!

O isolamento social causado pelo novo coronavírus

Enquanto não existe uma vacina ou um medicamento com eficácia comprovada, o isolamento social é a principal medida entre os cuidados com o coronavírus. Tanto que, por mais que impacte a economia, trata-se da estratégia adotada pela maioria dos governantes.

Sabe-se que, sem a reclusão, o número de infectados aumentaria e os sistemas de saúde (que já estão atuando no limite) entrariam em colapso. Consequentemente, a contagem de mortos pela COVID-19 seria ainda maior.

A importância do tempo em família em momentos de isolamento

Independentemente da quantidade de amigos nas redes sociais e nos grupos do WhatsApp, em tempos de isolamento é a família que faz a diferença. É essa estrutura que fornece a força necessária para superar as dificuldades e encarar o dia a dia.

Porém, ficar em casa juntos, todos os dias, o tempo todo, em um contexto no qual os ânimos estão, naturalmente, mais exaltados, não é fácil. Por isso mesmo, ter calma e empatia é essencial.

A qualidade do tempo em família reflete, diretamente, na forma como seus membros atravessarão este momento tão difícil. Por exemplo: pode-se escolher entre colaborar mutuamente, para deixar o clima no lar mais leve e otimista, ou entrar em conflitos por motivos bobos. Cabe a cada um decidir o melhor caminho.

Vale destacar que a estrutura familiar é essencial para manter a saúde mental. Dar e receber apoio é uma das formas mais eficientes de encontrar o equilíbrio. Dormir bem, meditar, praticar yoga e/ou fazer orações também.

Cuidados com os mais ansiosos

Em casa, é importante ajudar quem estiver mais ansioso. Para isso, evite expressar emoções extremas, sejam em relação à doença em si, sejam referentes aos impactos econômicos ou às crises políticas. Isso aumenta a sensação de angústia e aflição.

Outro cuidado importante é não deixar a televisão ligada o dia todo em programas jornalísticos. Manter-se bem informado é indispensável, mas sem exageros. Ler, ouvir ou assistir ao jornal uma vez ao dia é suficiente. Nessa hora, opte por veículos com credibilidade reconhecida e ignore a enxurrada de fake news recebidas por mensagens.

Criar uma rotina durante o isolamento também melhora a ansiedade. Durante a semana, determinem e sigam os horários para dormir e acordar, bem como para fazer as refeições em família. Já nos fins de semana, os horários podem ser livres.

Mas caso perceba que a ansiedade está muito alta, prejudicando a qualidade de vida e o bem-estar de algum familiar, sugira uma ajuda especializada. Aproveite que a telemedicina está regulamentada e agende uma consulta online com um psicólogo.

Boas maneiras de passar o tempo em família

Por mais que você ame seu trabalho, a academia de ginástica e sua vida social, lembra quantas vezes desejou poder passar mais tempo em família? Com certeza, não foram poucas. Pois bem, chegou a hora! Sendo assim, aproveite o confinamento para:

  • assistir a filmes, séries e lives de cantores ou DJs famosos juntos;
  • participar de brincadeiras com as crianças, ensinando antigas e aprendendo novas;
  • acampar na sala de estar, com direito à barraca feita de lençóis;
  • jogar cartas, jogos de tabuleiro e partidas de videogame;
  • fazer atividades físicas em grupo;
  • cuidar ainda mais das plantas e dos animais de estimação;
  • exercitar os dotes artísticos, por meio de atividades manuais, no melhor estilo DIY;
  • escolher uma receita nova para se aventurarem na cozinha;
  • fazer um belo churrasco na varanda;
  • ajudar os filhos nas atividades escolares e lições de casa;
  • estimular o desenvolvimento de outras habilidades e conhecimentos nas crianças, por exemplo, envolvendo-as nas atividades domésticas e na elaboração do orçamento familiar;
  • criar a hora da leitura em família, para incentivar o hábito de ler;
  • planejar a próxima viagem, inclusive, definindo medidas para levantar os recursos necessários;
  • reservar um tempo para o casal, para ficar sozinhos e fazer o que bem desejarem.

Tempo em família com quem está longe

Parentes próximos, que estavam habituados a se ver com frequência, mas que, por conta da pandemia, não se visitam há tempos, são os que mais sentem o peso do isolamento. Para diminuir a distância e aliviar a saudade, nada melhor do que as chamadas de vídeo.

Já quando o assunto tratado exigir privacidade, prefira conversar por mensagens de texto. Muitas vezes, alguém pode precisar de ajuda, mas tem vergonha de falar na frente de todo mundo. Pais e filhos merecem um momento a sós, sem a presença de genros e noras nas conversas.

Por outro lado, se ninguém pedir ajuda, pergunte se está tudo bem e coloque-se à disposição para o que for possível. Abastecer a dispensa ou comprar medicamentos para idosos e pessoas em grupo de risco, livrando-os da tarefa de ir ao mercado ou à farmácia, é uma demonstração de carinho e cidadania.

Surpresas também são muito bem-vindas. Que tal surpreender aquele parente especial com um presente comprado em um e-commerce e entregue por delivery ou pelo correio? Imagine a alegria de receber um arranjo floral ou uma linda planta! Atenção e afeto fazem toda a diferença em tempos de isolamento.

Por fim, repense sua organização pessoal, bem como seu antigo estilo de vida. A pandemia vai acabar, mas não podemos sair dela da mesma forma como entramos. A correria diária precisa diminuir e prioridades devem ser revistas.

Neste artigo, mostramos diversas maneiras de aproveitar o isolamento em casa. Experimente-as e busque outras, conforme os interesses e gostos de cada morador. Quando tudo isso passar, o tempo em família não deve cessar. Por isso, é importante torná-lo o mais agradável possível. Apesar dos pesares, 2020 deve ser encarado como o ano do recomeço!

Precisando de novas ideias para preencher seu tempo livre? Conheça alguns dos melhores aplicativos para decoração! Quem sabe você não descobre um talento para designer de interiores e renova a estética do seu lar?